Segunda-feira, 23 de Julho de 2007

Amizade dos tempos modernos

 

Hoje este texto é para ti, amigo sem rosto e sem voz. Amigo dos bons e dos maus momentos, companheiro de brincadeiras inconfessáveis. Só tu encontras sempre a

palavra certa para iluminar os meus dias mais cinzentos. Contigo sorrio quando tudo me faz chorar, contigo acredito no futuro quando no presente tudo me faz

desesperar. Surgiste do nada mas transformaste-te em tudo, tudo aquilo que eu preciso para andar mais confiante e mais serena numa vida sempre atribulada.

Obrigada por seguir cada passo da minha vida com entusiasmo e companheirismo, amparando-me sempre que as minhas forças fraquejam. Obrigada pela tua

paciência à prova de ataques de pessimismo, que comigo são tão frequentes. Obrigada por me relembrar sempre aquilo que tantas vezes esqueço, o meu valor como

pessoa e como mulher. Obrigada por tudo isso. Espero que esta amizade, virtual mas não banal, se perpetue por muitos anos, até que a falta de um pc nos separe

---------------------------------------------------------------------------------------

Aproveito para agradecer, igualmente, a todos aqueles que passam por aqui e se dão ao trabalho de deixarem mensagens de apoio e amizade. Obrigada por acompanharem os meus altos e baixos pois sem vós este blog não teria significado .

UM  AMIGO DA DIVA

publicado por Diva às 22:51

link do post | comentar | ver comentários (5) | favorito
|
Sábado, 14 de Julho de 2007

Flutuo

 

Flutuo, consigo deslindar o meu gosto sem esforço
Balanço é o que a maré me dá e eu não contesto
O meu destino está fora de mim e eu aceito
Sou eu despida de medos e culpas, confesso

......

Hoje eu vou fingir que não vou voltar
Despeço-me do que mais quero
Só para não te ouvir dizer que as coisas vão mudar
amanhã

......

Flutuo, consigo deslindar o meu gosto sem esforço
Balanço é o que a maré me dá e eu não contesto
Amanhã, pensar nisso sempre me dá mais jeito
Fazer de mim pretérito mais que perfeito

......

Hoje eu vou fingir que não vou voltar
Despeço-me do que mais quero
Só para não te ouvir dizer que as coisas vão mudar
amanhã, amanhã

......
Hoje eu vou fugir para não me dar a vontade de ser tua

Só para não me ouvir dizer que as coisas vão mudar
amanhã, amanhã, amanhã
Flutuo

* Susana Félix- Flutuo

 

 

 

UM  DA DIVA

publicado por Diva às 00:08

link do post | comentar | ver comentários (8) | favorito
|
Domingo, 8 de Julho de 2007

...

 

Céu nublado, mar calmo, surfistas nas ondas desafiando a naturaza, barcos viajando na linha do horizonte e eu nesta praia quase deserta, procurando a tranquilidade que me consiga varrer da alma este mal-estar. Por momentos lembro-me de ti e não consigo esquecer que desde que foste embora, acumulei erros e equívocos, fiz tudo errado. Foste o meu último sucesso, a minha última meta com final feliz. Foi talvez contigo que me habituei (mal) a que o destino emendasse todos os meus medos e dúvidas. Mas hoje acabou, tudo isso mora agora no meu recanto das recordações, nos corredores vastos da minha memória. Hoje resta-me a escrita para exteriorizar a dor presente. Hoje agarro-me a essa "droga" saudável que me deixaste, procurando nela a fuga para os fracassos pois é apenas o que me resta dos tempos em que ainda sabia sonhar. Agora mudei, passei a barreira que me protegia para caminhar num mundo normal, como todos. Foi então que tropeçei, que me magoei vezes sem conta só por acreditar que o meu novo sonho teria asas para voar. A minha ingenuidade embateu contra a frieza e o cinismo do mundo dos egoístas que não olham a meios para alcançarem o que querem. Descobri um jogo viciado onde nunca consegui aprender as regras. Simplesmente nunca tive vontade de entrar nas hipocrisias e nas falsidades que os orgulhosos usam para satisfazer o seu próprio ego. Ser capuchinho vermelho numa floresta de lobos maus não pode ter final feliz. Demonstraram-me que a sinceridade, o amor e o perdão já não estão na moda e que a transparência e a fragilidade da alma estão totalmente ultrapassados. Saí ferida desta luta desigual e agora já não consigo acreditar que um dia possa voltar a acreditar. Estou cansada, sem confiança e com medo. Tu estás longe e conseguiste tudo aquilo que eu falhei. És feliz pela minha vez...eu sou apenas uma soma de desilusões. 

 

UM  DA DIVA

sinto-me: a precisar de férias
publicado por Diva às 18:18

link do post | comentar | ver comentários (6) | favorito
|

.leva-me contigo




.últimas paixões

. Até qualquer dia

. Dia dos Namorados

. Fingertips - Cause to lov...

. Lindo

. O amor é um jogo?

. Dúvida

. Feliz 2008

. Feliz Natal

. ...

. Palavras confusas de um c...

.fragmentos da memória

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

. Março 2006

. Fevereiro 2006

. Janeiro 2006

. Dezembro 2005

. Novembro 2005

. Outubro 2005

. Setembro 2005

. Agosto 2005

. Julho 2005

. Junho 2005

. Maio 2005

. Abril 2005

. Março 2005

. Fevereiro 2005

. Janeiro 2005

.links




Take an Angel






;

.prémios





.outros links


blogs SAPO

.subscrever feeds