Terça-feira, 30 de Maio de 2006

Caminhos cruzados

 

"Volto aqui pontualmente, agora percebi, estou num círculo que não consigo desfazer. Partir, caminhar, regressar, procurando novas forças para uma nova caminhada. Não me esqueci daquele dia chuvoso dum mês de Agosto quase irreal. Enquanto lutava contra lágrimas inevitáveis de uma saudade que já entrava sorrateiramente no meu coração, ouvi aquilo que poderia ser a tua despedida, life is an open road. Agarrei-me a essa verdade pensando que isto tinha sido o início de uma estrada onde te reencontraria. Com o tempo percebi que me tinhas aberto o caminho, que me tinhas deixado marcas preciosas mas que eu deveria continuar sozinha, traçando o meu rumo. Fui andando, tropecei, voltei vezes sem conta ao ponto de partida. Cá estou eu novamente, cá estão outra vez as minhas palavras, as minhas dúvidas. Vida estranha a nossa, não é? Voltas sempre quando eu duvido, quando estou desorientada. Neste dia tão especial acho que te tenho mais vivo do que nunca na memória. Talvez porque sinta falta de todo o sonho que me deste, talvez porque o caminho está difícil e recordar-te é lembrar que consegui ser feliz e realizada. Estás longe tão longe, sei que não estás bem e sinto que não posso ficar também eu paralisada, envolta na dúvida, mais uma vez, em tão pouco tempo. O tempo passou desde que partiste mas os nossos caminhos hoje assemelham-se mais do que nunca. Quando tudo parecia sorrir-te novamente, o azar bateu-te à porta. Quando já pensava ter encontrado um porto de abrigo no meu caminho, acordei repentinamente no seio de uma nova escuridão. Por vezes desanimo, por vezes sinto-me sem forças, quero desistir, deixar-me levar pela corrente . Mas porque sei que não desististe perante a adversidade, nunca o fizeste até nos piores momentos, procuro mais uma vez forças na tua recordação para andar também avante. Olho então para trás, revejo tudo o que foi para mim um sonho, agarro-me a esse passado (sei que não será o mais aconselhado mas só assim recupero as forças) e volto a caminhar. Talvez seja a vontade e a esperança de reencontrar a felicidade vivida que me reencaminha constantemente para essa estrada inconstante, recheada de obstáculos, que é a nossa vida."

 

 

P.S.-Enquanto as atenções já se centram no Mundial que se aproxima, o meu Glorioso já andou bem activo na preparação da nova época. Quer se goste ou não o treinador já está escolhido. No que diz respeito as 2 rodas, acabou ontem a Volta ao Alentejo com a vitória final da grande esperança do ciclismo português, Sérgio Ribeiro. Uma vitória merecida de um campeão no desporto mas também na humildade e simpatia;) Os meus parabéns já foram dados mas fiz questão de fazer referência à sua importante vitória também aqui no meu blog;)

Boa semana!

 

Um beijo da Diva Bianconera  

publicado por Diva às 00:25

link do post | comentar | ver comentários (6) | favorito
|
Quinta-feira, 18 de Maio de 2006

Declaração perfeita;)

 

 Orange (só pra ti)

Quem não acredita
que temos uma pessoa guardada
uma alma geminada que nos está predestinada
Há quem julgue que não andamos à procura de uma só pessoa
Com quem passar esta vida dura

Mas descobri a cura pra tanta falta de crença
Logo à primeira vista, contigo, na tua presença
Senti a minha energia
colar-se na tua
brincar com a tua
rir rimar e voar com a tua

Tudo parou por momentos
Tudo cessou de existir
Tudo por instantes pra assistir à cena evoluir
Foi um fluir um desfile de pontos em comum
Um alimentar de pontos vitais há muito em jejum
Paixão cresceu em mim, algo bateu forte
E me deixou atordoado por uns tempos sem norte

Espero que a sorte me ajude
a esperança não mude
que a paciência aguente firme nesta atitude
até que surja ocasião mais oportuna
P'ra união deste poeta com a sua musa

Não sabias disto? Não? Chegou a altura de descobrires
de sentires tenho uma razão a dar-te para sorrires

Tás a ouvir? aquilo que eu te digo que eu te faço qu'eu te mostro q por ti gravo
Tás a ouvir? a isto qu'eu sinto, por ti qu'eu sinto, por ti qu'eu sinto

Queria levar-te numa volta num clube para fora daqui
P'ra longe daqui, hoje, ou quando desse jeito pra ti
Respeito por ti mantenho por enquanto só sonho
em tardes passadas contigo com vista po Douro
Curtia passar o dia deitado, só a olhar,
só a falar-te ao ouvido coisas ditas com arte
Massajar-te com o óleo perfumado a sandalo
enquanto, incenso espalha aroma no meu quarto

Imagino-me a despir-te,
imagino-me a sentir-te,
a beijar-te, a acariciar-te
Nunca fugir, nunca mentir-te,
ver poesia, cds mostrados
Ver nascer o dia contigo e quadros pintar-te,
Fazer graffs com o teu nome, colours ou silver,
Passar isto para a realidade por saber como é incrível
Quando comunico contigo tenho prazer de te ver,
Guardo a tua imagem nos olhos vou mantê-la a sorrir,
Luto com tudo e com todos se for preciso mas fico!
Não arredo pé que afinco na convicção do que sinto,

Não sabias disto?
Chegou a altura de descobrires, de sentires, tenho uma razão a dar-te para sorrires.


Tás a ouvir? aquilo que eu te digo que eu te faço qu'eu te mostro q por ti gravo
Tás a ouvir? a isto qu'eu sinto, por ti qu'eu sinto, por ti qu'eu sinto
Tás a ouvir? aquilo que eu te digo que eu te faço qu'eu te mostro q por ti gravo
Tás a ouvir? a isto qu'eu sinto, por ti qu'eu sinto, por ti qu'eu sinto

Queria que visses o mundo diferente do que conheces,
Que vivesses uma vida a sério como a que mereces,
Que me tivesses a teu lado,
Para que acreditasses nas possibilidades de encontrar a felicidade se amasses,
Se visses, que a atracção é bem mais que fatal, mais que local,
O meu interesse em ti é mesmo total,
É platónico, nada existe ninguém sabe, ninguém se apercebe disto,
Que em mim quase não cabe,

Quase expludo, guardo tudo isto bem lá no fundo
Aguardo a tua receita pra trazer ao meu mundo
Não me iludo,
Mas acredito no sentimento
acima de tudo espero que isto fique no pensamento
Que te faça sorrir, vibrar de contentamento,
Parar por um momento, fazer contas ao tempo,

Já perdido sem sentido, acreditas no destino?
Tatuei no braço por saber que me ia encontrar contigo,
Arrepiei-me quando vi pela primeira vez o teu sorriso,
E enquanto escrevo isto arrepio-me quando penso nisso.

Não sabias disto?
Chegou a altura de descobrires, de sentires, tenho uma razão a dar-te para sorrires.

*Ace- Cor de Laranja

Um  quente da Diva

publicado por Diva às 10:31

link do post | comentar | ver comentários (9) | favorito
|
Quarta-feira, 10 de Maio de 2006

Simplesmente saudosista

 

"Porque tudo o que me resta são as fotografias, recordações, formas de parar o tempo e de o guardar, para relembrar que um dia fui feliz." Desabafo de 23/03/06

Esperando por mais optimismo aqui fica um beijo imenso da

Diva Bianconera

publicado por Diva às 14:02

link do post | comentar | ver comentários (5) | favorito
|
Quarta-feira, 3 de Maio de 2006

Anúncio original

A originalidade deste anúncio merece um post exclusivo. Quem sabe se um dia não acabo mesmo por publica-lo em meu nome num jornal qualquer ;-)

Fiquem Bem!

Um  amoroso da Diva Bianconera

publicado por Diva às 20:12

link do post | comentar | ver comentários (7) | favorito
|

.leva-me contigo




.últimas paixões

. Até qualquer dia

. Dia dos Namorados

. Fingertips - Cause to lov...

. Lindo

. O amor é um jogo?

. Dúvida

. Feliz 2008

. Feliz Natal

. ...

. Palavras confusas de um c...

.fragmentos da memória

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

. Março 2006

. Fevereiro 2006

. Janeiro 2006

. Dezembro 2005

. Novembro 2005

. Outubro 2005

. Setembro 2005

. Agosto 2005

. Julho 2005

. Junho 2005

. Maio 2005

. Abril 2005

. Março 2005

. Fevereiro 2005

. Janeiro 2005

.links




Take an Angel






;

.prémios





.outros links


blogs SAPO

.subscrever feeds